AMOR MATERNO (QUINTO NÍVEL DE AMOR) - VÍDEO 07 DA SÉRIE OS 07 NÍVEIS DE AMOR.


Já falamos nos níveis anteriores do amor do bebê pela sua mãe, depois da fase em que entra a função paterna e o bebê começa a conhecer um mundo diferente da mãe, quando avança mais um pouco e vem o nível das amizades, de conhecer pessoas fora da família, o diferente da família, depois vem o amor Eros o qual criamos um vínculo profundo e amoroso com alguém fora da família e agora, vem os filhos! Portanto, nesse vídeo vamos falar do amor materno.


E tanto o amor materno, quanto o amor paterno e amor ágape que irei explicar nos próximos níveis, são amores divinos, porque o amor divino ele simplesmente é ofertado, ele é dado sem esperar nada em troca, dá-se muito mais do que recebe.


Amor materno é o amor da mãe pelo filho. Ele existe para preencher as necessidades básicas da criança, como por exemplo de afeto, nutrição, carinho, cuidado, aconchego, proteção, acolhimento, autocuidado, amor próprio, segurança, autoconfiança, pra aprender o que deve ser feito para sobreviver, ou seja, autopreservação, e ele deve ser dado ao filho sem receber ou esperar nada em troca.


Os filhos precisam receber o necessário para que ele consiga crescer, se tornar um adulto e dar sequência a esse elo da família. Isso é função materna, mas é importante lembrar que quando falamos em função materna e função paterna, não estamos falando de pai e mãe. Se você quer entender melhor sobre isso, assista o vídeo que já gravei sobre esse tema (Diferença de Função Paterna e Função Materna: https://www.youtube.com/watch?v=ABO53SmjiDY&list=PLWPOYNVd-ttHSZHG8ypV0JMnG3Y_PZ4nZ&index=8)


Bom.. um dia, nós recebemos esse amor e cuidado dos nossos pais, e agora nós simplesmente passamos isso para os nossos filhos, e assim será com as gerações seguintes também, garantindo a autopreservação da espécie e a continuação do amor desta família, através de seus descendentes.


E uma coisa importantíssima: Esse fluxo de amor é mão única, ou seja, eu recebi dos meus pais e agora eu passo para os meus filhos, que depois irão passar para os seus e assim sucessivamente.


Isso significa que filho não deve nada para pai e mãe. Isso significa que filho não tem que recompensar pai e mãe pelo que eles fizeram, isso significa que filho não tem que tornar-se pais dos seus pais, cuidador dos seus pais. Quando isso acontece, significa que estamos indo contra o fluxo natural da vida que é direcionado para o futuro e não para o passado, e vida é eu pegar tudo que recebi de bom dos meus pais, melhorar um pouco mais e levar isso adiante para as próximas gerações. A natureza quer que passemos para frente porque os filhos são a continuação da família. Os problemas acontecem quando insistimos em ir contra as leis da vida, as leis da natureza.


Abrindo um parênteses aqui, que fique bem claro que a questão não é que não se pode ajudar os pais, pode e deve quando assim for realmente necessário. Só que ajudar os pais não é virar pai e mãe deles e menos ainda esquecer de si, da sua vida para viver a vida deles.


Portanto, é muito importante ampliar a consciência. Filho não é propriedade de pai e mãe, filho é da Vida e isso é muito maior. Os pais são apenas caminhos importantíssimos para a manifestação da vida através do amor Divino.


O que acontece, infelizmente, é que os pais, e aqui vamos falar da mãe mais especificamente, o que acontece é que essa mãe está tão doente com suas próprias dinâmicas familiares, que ela acaba projetando nos filhos as suas próprias emoções doentias. Com isso, vira por exemplo aquelas mães que fica cobrando dos filhos presença, cuidado, carinho, atenção, que enxerga nos filhos a sua razão maior de viver, a sua felicidade… que acha que filho tem que ficar pra sempre ali grudadinho nela ao invés de seguir sua vida, que lhe faça companhia ou que tem que cuidar dela quando ela estiver mais velha ou doente.


Ai, sabe o que acontece com esse filho que vai ficar ali suprindo as carências doentias da mamãe? porque acredite! ele vai ficar ali com a mamãe! Esse tipo de filho, dificilmente vai conseguir olhar pra trás, ver a mamãe lá chamando ele pra voltar e mesmo assim virar as coisas e seguir sua vida, o seu caminho. Só que isso faz ele pagar um preço muito alto.. porque ele vai dar as costas para o seu futuro, para a sua vida para se conectar ao passado, que é onde está família de origem (pai e mãe).. e esse filho quando adulto não vai conseguir manter relacionamentos amorosos, não vai conseguir estabelecer projetos de vida, ter filhos, vai ter problemas com peso, com sexualidade, com financeiro e assim vai… ou seja, tudo que é do mundo adulto, será um caos!


E o pior! Quando estes filhos conseguem casar e ter filhos, porque isso acontece muito também, nossa! ai sim tudo piora, porque se ele está lá direcionado para o passado, para as necessidades da mamãe, significa então que ele não está no seu momento presente disponível para ser pai e mãe como seus filhos realmente precisam para se tornarem um dia adultos saudáveis e darem conta de viver a própria vida.


Então, mães, é o seguinte: Faça da melhor forma possível aquilo que corresponde a função materna que já até citei alguns exemplos no início desse texto. Faça, sem esperar nada em troca, apenas coloque em prática esse amor Divino. Faça pelos seus filhos o necessário, para que quando eles estiverem maiores, eles consigam cuidar eles mesmos das suas necessidades sem precisar de você, e para que também sejam pessoas seguras e autoconfiantes.


De coração, diga a eles, mas não da boca pra fora, e sim de coração e através das suas atitudes saudáveis "meus queridos filhos, fiz, com amor, tudo que eu podia e soube fazer.. agora é com você, vai cuidar de você, da sua vida, você tem a minha bênção para seguir o seu caminho, escrever a sua própria história, viver o seu próprio destino. Da minha vida cuido eu! Eu te abençoo para que você leve de mim apenas as coisas boas que eu tenho, te abençoo para que você aprenda a ser um homem ou uma mulher mais saudável ainda do que eu pude ser e que você leve esse mais saudável para os seus filhos. Eu te abençoo para que você possa fazer diferente. Agora vai, olhe para o futuro, você já sabe como cuidar de você. Segue o seu caminho".


Mas Leidiane, como eu sei se estou realizando uma maternagem saudável?


Existem muitas e muitas formas de responder essa pergunta, eu vou te citar dois exemplos: Se seus filhos têm mais de 18 anos, moram ou dependem de você de alguma forma (financeira, emocional e etc).. então, significa que tem problemas aí.. mãe saudável, é aquela que se torna indispensável na vida dos filhos quando adultos.


E você, tem criado seus filhos para que um dia não seja mais necessária na vida deles ou tem criado de um jeito que um dia ou outro eles vão sentir sua falta ou sentir necessidade de você para algo?


ahhh Leidiane, meu filho tem 25 anos, mora comigo ainda, mas é porque ele estuda sabe..


vamos parar ok? sem justificativas, historinhas e explicações para justificar o não saudável.. É hora de assumirmos as rédeas da vida, olhar para o que não é adequado, sair da zona de conforto e mudar o que precisa ser mudado.


Todas nós, mulheres, carregamos muitas dinâmicas doentias, sejam elas familiares ou não. Nós estamos sim emaranhadas também nas nossas dores, mas eu espero que possamos nos tornar mulheres mais saudáveis e mães melhores para nossos filhos, que consigamos levar mais saúde física, emocional e mental para as próximas gerações, ao invés de adoecer nossos filhos cada vez mais, porque é isso que tem acontecido na realidade.. as crianças vivem doentes, são fracas emocionalmente, são inseguras, sofre disso, sofre daquilo… e isso é reflexo do meio doentio que vivem e do que recebem desse meio.


Não são transformações fáceis e rápidas, mas acho que podemos nos perguntar todos os dias.. O que posso fazer de diferente hoje, não é mesmo? A ideia não é ficar perfeita, porque estamos muito longe disso, mas é nos tornarmos melhores todos os dias um pouquinho… isso não vai refletir só nos filhos, isso vai refletir primeiramente em nós, no nosso meio e depois no mundo em que vivemos.


Está difícil sozinha? pede ajuda, vai se tratar, vai cuidar de você, vai buscar recursos para te auxiliar nesse adultecer, para te ajudar a trabalhar os traumas, os medos, as situações que te bloqueiam e te impedem de viver uma vida melhor. Faça isso por você, que consequentemente você também estará fazendo pelos seus filhos e para as próximas gerações, para que elas sejam mais saudáveis, prósperas e felizes do que você foi.


Série completa dos 7 níveis de amor: https://www.youtube.com/watch?v=ik51T9wMn2o&list=PLWPOYNVd-ttHSZHG8ypV0JMnG3Y_PZ4nZ

Com carinho,

Leidiane Mendes


💡 Assista o vídeo, aproveite para se inscrever no meu canal do youtube e ativar o sininho para ser notificado sempre que um novo vídeo for disponibilizado!

✅ Atendimento ONLINE para todo Brasil e PRESENCIAL em Florianópolis-SC e Uberlândia-MG.


Conheça o meu trabalho e saiba como ele pode lhe ajudar!


💟 Site: https://www.casapaz.com.br

💟 Instagram: https://www.instagram.com/casapaztera...

💟 Facebook: https://www.facebook.com/casapazterapias

💟 Youtube: https://youtube.com/casapazterapias

📱 Contato: (48) 99809-0732 - Também Whatsapp.

Florianópolis-SC

R. Mário Giocondo Crocetta, 568 - Casa 01

Ingleses

Uberlândia-MG

R. Joaquim Carlos Fonseca, 606 

Santa Mônica 

 (48) 99809-0732

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook

Atendimento Online e Presencial