COMO FUNCIONA O ATENDIMENTO INDIVIDUAL

Uma Constelação Familiar acontece quando o cliente tem alguma questão referente a qualquer área de sua vida (exemplo: pessoal, familiar, relacionamentos, saúde, finanças, trabalho, dinheiro e etc) que seja uma dificuldade, uma situação que o aflige ou problema que gostaria de entender qual é a causa, a origem e também qual é a solução para que a situação seja resolvida.

 

ATENDIMENTO INDIVIDUAL 


Esse tipo de atendimento é realizado apenas por mim e pelo cliente em um dia e horário pré-agendado. Normalmente dura em média 2 horas. É ideal para aquelas pessoas que não se sentem a vontade para expor o seu problema na frente de outras pessoas, como por exemplo ocorre em atendimentos em grupo.

A principal diferença é que na constelação em grupo o cliente escolhe outras pessoas para representar a questão que será constelada e na constelação individual ele irá escolher representantes não humanos (como bonecos, figuras, âncoras) e posicioná-los no Campo conforme sente que é apropriado. Feito isso, o restante do processo segue o mesmo.

OBS: No momento, estou realizando apenas atendimento Individual (online ou presencial).

 

Normalmente, divido o atendimento individual em 4 fases ou etapas, que são:

01 - Investigação Diagnóstica

Nesta fase, solicito informações (não histórias) sobre fatos importantes que estão acontecendo ou que aconteceram na vida do cliente. Exemplos: O que está acontecendo? Qual é o tema que gostaria de constelar? É casado(a)? Tem filhos? Já perdeu algum filho alguma vez? Tem algum acontecimento marcante ou trágico na história da sua família? Seus pais perderam algum filho? e etc.

 

Feito isso, explico como iremos realizar a constelação utilizando o Campo e os Bonecos e faço uma breve meditação e respiração, um centramento para iniciarmos a montagem da constelação.

02 - Pesquisa da Dinâmica Sistêmica

Nesta etapa, escolho os elementos e solicito que o cliente os posicione no Campo, ou seja, iremos montar a constelação familiar para identificarmos o que está acontecendo sistemicamente com ele ou com os sistemas ou subsistemas que pertence.

Nesta fase, é muito comum o cliente ser estimulado através de perguntas para expor o que vê, pensa, sente e o que tem vontade fazer quando olha para o que está sendo apresentando a sua frente. Exemplos:
 

  • O que você vê?

    • Resposta: Vejo que ao invés de olhar para a minha filha de 2 anos eu fico olhando e cuidando da minha mãe.​
       

  • O que você sente quando olha para o seu esposo?
    • Resposta: Sinto um vazio e uma tristeza quando o bonequinho que representa meu esposo fica de frente com o bonequinho que me representa, mas sinto alívio quando ele está olhando em outra direção que não seja para mim.​

  • O que pensa quando olha para o seu pai?

    • Quando vejo meu pai longe de mim eu penso que ninguém gosta de mim e que nunca fui amada.

       

Outros exemplos de perguntas: O que te incomoda? você tem vontade de trocar algum elemento de lugar? Sente necessidade de incluir mais alguém? e etc.

A intenção é ajudar o cliente a sair dos seus sofrimentos e queixas (que não são o real problema e sim sintomas) e se conectar com a sua verdadeira dor. É a possibilidade de olhar para a realidade, para a dor real e solucioná-la, pois, é ela que iremos identificar na próxima etapa.

 

OBS: Esses foram apenas exemplos de perguntas. Não existe uma constelação igual a outra e cada caso é um caso.

03 - Identificação da real causa/origem do problema

Durante a investigação diagnóstica já foi possível fazer uma série de conexões existentes entre as queixas apresentadas pelo cliente, mas agora iremos identificar qual é o verdadeiro problema, a verdadeira causa e origem do que está acontecendo, e isso acontece a partir do que é apresentado na Constelação Familiar montada pelo próprio cliente.

 

04 - Soluções Sistêmicas

Nesse momento, ajudo o cliente a entender - a partir do que foi  apresentado em sua constelação e embasado nas leis sistêmicas, qual é solução, quais são os caminhos saudáveis a serem percorridos (sentir, pensar e agir) a partir daquele momento para que de fato o problema seja resolvido e ele consiga sair dessas dificuldades e problemas profissionais, financeiros, doenças, conflitos emocionais, relacionamentos conflituosos e muito mais.

 

O próprio exercício da constelação já altera o campo familiar em busca de um equilíbrio mais leve e produtivo entre aqueles que pertencem ao sistema, mas ela não faz milagre. Ela faz a parte dela, mas é necessário que você faça a sua parte a partir do momento que entende o que precisa mudar, pois, os "caminhos saudáveis" são justamente o seguimento das leis sistêmicas de forma saudável.

A Constelação Familiar precisa tocar, chegar até a "alma", até o mais profundo do ser, até o nosso Eu verdadeiro, assim, a transformação acontece de dentro pra fora, não ficando só no mental, ela acontece de forma verdadeira. Esse é o primeiro passo.

 

O segundo passo, na minha opinião, é justamente esse entendimento do que as leis sistêmicas ensinam sobre o que é o saudável. Esse conhecimento é um facilitador que ajuda e muito a pessoa a sair das dinâmicas doentias e problemáticas que se encontra, porque é graças a ele que sabemos o que precisa ser feito de diferente e o que precisamos transformar/mudar dentro de nós.

Desta forma, fica bem mais fácil e claro para o cliente o quanto ele precisa fazer a sua parte, que não adianta só buscar ferramentas terapêuticas ou terapias se de fato não está disponível a começar a fazer diferente. OBS: quando o problema envolve crianças, quem faz esse  movimento em direção ao saudável são os pais ou quem exerce a função pai e a função mãe.

A solução é trazer a pessoa de volta para o mundo saudável e isso acontece quando as leis do sistema são colocadas em prática. 

Atenção: quando o problema envolve crianças, quem faz esse  movimento em direção ao saudável são os pais ou quem exerce a função paterna e a função materna.

 

Clique aqui e saiba mais sobre as leis sistêmicas, sobre o que é Constelação Familiar e como ela pode lhe ajudar.

Clique aqui e veja uma ilustração exemplificada de parte de um atendimento Individual, sem generalizar, ok?

Clique aqui e conheça alguns exemplos de situações de quando fazer uma Constelação Familiar.

Clique aqui ​para agendar a sua sessão!